A vida (abundante) no estábulo

A inspiração desta vez veio de uma lição de Escola Dominical. Falámos de Jesus como Pastor e do facto de sermos comparados a ovelhas, várias vezes na Bíblia.

Vejam um pouco o que quero dizer...

"Todo aquele que recusa entrar no estábulo pela porta e que prefere esgueirar-se por cima do muro é certamente ladrão. Porque o pastor, esse entra pela porta; o guarda abre-lha, as ovelhas ouvem a sua voz e aproximam-se dele; ele chama as ovelhas pelo seu nome e leva-as para fora. Depois de as ajuntar, ele caminha à sua frente e elas seguem-no, porque reconhecem a sua voz. Se fosse um estranho, não o seguiriam; antes fugiriam dele por não lhe conhecerem a voz. Aqueles que ouviram este exemplo não compreenderam o que queria dizer, e assim Jesus explicou: Eu sou a porta das ovelhas. Todos os que vieram antes de mim eram ladrões e salteadores, mas as ovelhas não os escutaram. Eu sou a porta. Quem entrar por mim salvar-se-á. E entrará, sairá e encontrará pastagens. O ladrão só quer roubar, matar e destruir. Mas eu vim para dar vida, e com abundância."
(Palavras de Jesus em João 10:1-9, versão "O Livro")
O nosso Pastor cuida de nós. Conhecemos a Sua voz. Sabemos distingui-Lo de "outros" supostos pastores. Sei que o meu Pastor é o Todo-Poderoso... mas eu sou uma ovelha propensa a distrair-me.

O nosso Pastor não é uma ideologia, uma força, um percurso interminável de reencarnações, nem um simples homem que "disse umas coisas" e impressionou com os Seus milagres... É o próprio Deus encarnado, que faz tudo o que está à Sua mão para me proteger e guardar.

Como um dos meus pastores (da igreja) diz "vida eterna é mais do que algo temporal. É qualidade de vida". Essa qualidade é a abundância interior, o preenchimento pleno da minha maior necessidade - uma amizade com Deus. Os pastos são saudáveis - a comida d'Ele é o alimento para o meu interior, a cada dia.

Em oposição, temos um mercenário. Um inimigo que tenta saltar para dentro do aprisco. Reconheço-o pela forma de lidar com o rebanho, pelo modo como age... Ele veio para separar de Deus, roubar a paz, destruir o rebanho... O que é? Uma pessoa? Uma ideologia? Um sentimento? "O" inimigo?

Deus, ajuda-me a reconhecer a Tua voz e a saber vigiar. Que eu não seja um promotor da destruição do Teu rebanho, mas da união. Que eu saiba dizer não às tentações. Que possa ter segurança no Teu perdão e paz para poder dar mais ovelhas ao teu rebanho.

Améeeeeeen

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Teresa — até que todos ouvissem...

5 mitos acerca da chamada a tempo integral

“Tá a escaldar!”