25 maio 2009

"Encosta-te a mim"


A publicidade do banco tem a música que dita o título deste post.

Quando nos encostamos, descansamos. O objecto ou a pessoa que nos suporta permite que façamos uma pequena pausa, um momento para recuperar o fôlego... qualquer que seja o teor do "encosto".

Deus não nos dá um mero "encosto". Ele faz-nos um convite: senta-te. Descansar em relação ao passado, ao presente e ao futuro. Repousar não por causa de algo que tenhamos realizado, mas por causa do sacrifício de Cristo por nós.

Por causa de Cristo, podemos descansar que a nossa salvação está garantida. Somos feitos filhos de Deus por causa de Cristo. Recebemos o Espírito Santo das mãos de Jesus. Temos comunhão uns com os outros devido à morte e ressurreição do Filho de Deus. Os nossos talentos e dons, os ministérios são presentes d'Ele... nada é nosso.

Se perdemos a nossa filiação com Deus, será pelo nosso afastamento, pela nossa decisão, pela nossa própria negligência... Por Ele, estamos seguramente salvos e temos acesso à vida eterna.

Não precisamos trabalhar, suar, rastejar, fazer alguma coisa... apenas precisamos descansar. Ainda bem que é assim... não há "Top Mais" de feitos e boas obras no Céu. Quem pode competir com a morte e ressurreição de Jesus?

Deixa de tentar provar a Deus que O mereces: ninguém merece. Senta-te.

"Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou,estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus, para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça, pela sua bondade para conosco em Cristo Jesus."

(Efésios 2:4-7 ARA)

Sem comentários: