08 setembro 2012

Aulas... outra vez?

Sim, outra vez! Regressámos às mochilas, aos cadernos, aos livros, canetas e conversas sobre as férias. Voltámos para (re)descobrir os nossos colegas, professores, a ementa do bar e as novidades que nos escaparam nas redes sociais.

As férias fazem falta, mas a escola também. Aliás, há muitas coisas que precisamos para além do tempo de lazer, de relaxe e “ronha”! Normalmente essas coisas – a que chamamos “obrigações” – têm a ver com o nosso relacionamento com os outros, principalmente com os nossos pais, irmãos, etc.

Quando nascemos, não recebemos apenas um “pack os meus privilégios”do tipo, alimentação, roupa, etc. Com esse pack vem outro – o “pack responsabilidade e compromisso. Mas, não seria melhor irmos vivendo à nossa maneira, sem quaisquer limites... apenas com direitos?

Sabes, Deus criou alguns princípios para os nossos relacionamentos com a família, amigos, autoridades, escola, trabalho, etc., para que não andássemos à deriva, perdidos. Assim, Ele deseja que, ao viveres e cresceres compreendas o teu papel, os teus privilégios e responsabilidades!

Ao longo do nosso crescimento, vamos aprendendo as regras de vida, principalmente através dos nossos pais. Mas onde é que eles se inspiraram? Vou desafiar-te a pegares na tua Bíblia e a leres algumas passagens acerca disto:

·      Deves esforçar-te dando o teu melhor em todas as áreas. Em casa, nos estudos, nas oportunidades em que podes ajudar as pessoas ou servir a igreja, deves dar o teu melhor. Isso significa que podes ter que abdicar de outras coisas que até te sabem bem, para fazeres o teu melhor... mas lembra-te que também precisas descansar! (Eclesiastes 9:10; Génesis 2:1);
·      Deves viver para que haja bom ambiente, onde quer que estejas. (Mateus 5:19; Romanos 12:14, 17-21; Hebreus 12:14);
·      Deves respeitar os outros e o seu lugar. Por exemplo, os pais devem educar os filhos e cuidar deles, de acordo com os princípios bíblicos. Os filhos devem obedecer, com alegria. A Bíblia diz também que devemos respeitar as autoridades – isso inclui os professores. (Efésios 5:21, 6:1-4; 1 Pedro 2:11-17);
·      Deves ser uma pessoa de palavra: se dizes que vais fazer isto ou aquilo, deves cumprir. Pode haver contratempos, mas se isso acontece constantemente tornas-te uma pessoa na qual os outros deixam de confiar. (Mateus 5:33-37; 1 Pedro 2:12).


Poderíamos falar de muitos outros pontos importantes acerca de direitos e deveres... por agora, ficamos apenas por estes, mas deixo-te um outro desafio! Durante este mês, procura das Cartas do Novo Testamento, princípios acerca de relacionamentos... vais ficar espantado com os pormenores que Deus não deixou escapar para que cada um saiba como se relacionar.

Estou contigo!


Ana Ramalho

in revista BSteen, setembro 2012

Texto escrito conforme o novo acordo ortográfico

Sem comentários: