10 junho 2013

Quem escreve a tua história?

Ao abrir aquele livro de capa preta, movida pelo desejo de conhecer Deus, ela iniciou uma viagem que jamais iria parar. Na sinceridade e simplicidade da juventude, buscou a Deus, desejando encontrar alguém ou alguma igreja onde aquela Palavra pudesse ser partilhada, explicada e vivida. E foi com estes pequenos passos que aquela jovem mulher foi marcada por Deus e a sua vida nunca mais foi igual.

Através do testemunho de um colega de trabalho, de alguns vizinhos e amigos, viria a achar uma pequena Casa de Oração onde uma mão cheia de crentes se juntava, chamada “Assembleia de Deus”. Esta caminhada iria marcar a vida dos seus filhos – a minha vida - do seu marido e de outras pessoas que com ela se cruzaram.

Nos últimos meses, tenho estado envolvida na preparação das comemorações do Centenário das Assembleias de Deus. É fantástico descobrir fatores curiosos, grandes eventos e episódios únicos. No entanto, é delicioso, enquanto desvendamos a nossa História, descobrirmos relatos pessoais e únicos de homens e mulheres tocados por Deus, usados por Ele – como a breve história de conversão e nova vida da minha mãe.

Precisamos inspirar-nos nessas histórias, como geração deste novo século, e levantarmo-nos, não nas nossas forças, mas movidos por Deus, para fazer a diferença – pelo que somos e pelo que fazemos.

A Palavra de Deus afirma “Confia no Senhor e nunca em ti mesmo. Em tudo o que fizeres põe Deus em primeiro, e ele te dirigirá nos teus caminhos. Não te consideres sábio aos teus próprios olhos. Teme ao Senhor e volta as costas ao mal; quando assim fizeres gozarás de saúde e de vitalidade.” (Provérbios 3:5-8, OL).

Como aqueles que antes de nós deixaram Deus rescrever as páginas das suas vidas, também nós necessitamos urgentemente deixar que seja Ele a imprimir no nosso coração a Sua vontade, que refletimos nas nossas atitudes e decisões. E, nas Suas mãos, podemos ser instrumentos de mudança na nossa família, na nossa escola, na nossa cidade. Ele quer. E tu?

Ana Ramalho Rosa

in revista BSteen, junho 2013

Texto escrito conforme o novo acordo ortográfico


Sem comentários: