O amor anda no ar

Fevereiro! Eu gosto de fevereiro! Uma das minhas irmãs faz anos neste mês, o mês é mais curto e celebramos o Dia dos Namorados.

Quando tinha a vossa idade (e não sou assim tão mais velho, só alguns anos) pensava que o Dia dos Namorados era um dia para gente chata e que não tinha mais que fazer, ou então para aqueles casais tipo Hollywood com jantares românticos, beijinhos e prendas.

A parte dos beijinhos era a que me fazia sonhar mais! Sabem, esta história da intimidade, da pureza e da virgindade pode parecer extremamente secante, chata ou humilhante. Hoje, é muito fácil trocar o amor puro pela excitação da parte física.

Sabes, durante alguns anos, eu era gozado por causa do meu aspeto e diziam-me que nunca ia conseguir namorar. Sentia-me humilhado e triste. Tentei seguir o meu caminho sem querer ouvir Jesus e magoei-me muito pelo meio. Até que um dia, decidi ouvir aquilo que Ele sempre esteve a dizer-me. Que o maior amor que existe é o que Ele tem por mim. Leio isso em João 15:13 e fico feliz. Ele deu a vida por mim, para hoje eu poder dar parte da minha vida a outras pessoas.

Por muito que as hormonas pulem, por muito que o mundo te diga que a relação física tem que ser experimentada antes da sentimental, lembra-te sempre e nunca te esqueças que Ele te ama, deu a Sua vida por ti e que sabe o que é o melhor para cada um de nós. A pureza do teu compromisso com Ele, vale mais do que emoções que aceleram o coração.

Aproveita e entrega o teu coração a Jesus em mais um dia! E desfruta de um amor eterno e a valer!

Ricardo Rosa


in revista BSteen, fevereiro 2014


Texto escrito conforme o novo acordo ortográfico

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Teresa — até que todos ouvissem...

5 mitos acerca da chamada a tempo integral

“Tá a escaldar!”