03 março 2014

O chorão que não era piegas

Neemias, um judeu que como muitos outros tinha sido retirado da sua terra Natal pelos babilónios que conquistaram a nação de Israel, era o copeiro do rei Artaxerxes, da Babilónia.

O seu irmão e alguns homens chegavam de uma viagem a Jerusalém, com notícias preocupantes. “ ‘Esses que ficaram na pátria e não foram para o cativeiro encontram-se em grandes dificuldades e em grande miséria. Quanto a Jerusalém, as muralhas continuam em ruínas e as portas ainda destruídas pelo fogo.’ Ao ouvir isto, sentei-me a chorar e, durante vários dias, andei muito triste, fiz jejum e dirigi a minha oração ao Deus do céu.” (Neemias 1:3, 4, BPT)

O rei Artaxerxes notou a tristeza de Neemias e perguntou-lhe o que se passava. O que fez Neemias, um homem que servia todos os dias o Rei do Império Babilónio, que vivia num palácio, com todos os confortos? Calou-se? Arranjou uma desculpa? Não! “Eu, com bastante receio, respondi-lhe: ‘Que Sua Majestade viva para sempre! Como não hei de eu andar triste, se a cidade onde estão os túmulos dos meus antepassados está em ruínas e as portas das muralhas destruídas pelo fogo?’ Perguntou-me o rei: ‘Que queres tu que eu te faça?’ Então eu, elevando a minha prece ao céu, respondi-lhe: ‘Se parecer bem a Sua Majestade e se eu estou nas suas boas graças, permita-me que eu possa ir à província de Judá, à cidade onde estão sepultados os meus antepassados, para que eu a reconstrua’.” (Neemias 2:2b-5, BPT)

Neemias não ficou a lamentar-se, mas orou a Deus em busca de uma solução, reconhecendo que o povo estava a sofrer as consequências de décadas de desobediência, de vidas independentes de Deus, mas pedindo-Lhe a Sua misericórdia e ajuda. Não apenas chorou e orou – ele agiu quando teve uma oportunidade.

Muitas vezes somos muito “piegas”. Só nos queixamos e choramos porque isto ou aquilo nos acontece. Mas quantos de nós oramos a Deus pelos outros e as suas lutas com a mesma intensidade que oramos pelas nossas? E quantos de nós estão prontos a fazer algo pelos que nos rodeiam?

Neemias é um exemplo de alguém que teve compaixão pelos outros, orou em favor deles e agiu para bem deles. Que nós possamos seguir o seu bom exemplo. 

Estou contigo!

Ana Ramalho Rosa

in revista BSteen, março 2014

Texto escrito conforme o novo acordo ortográfico

Sem comentários: