O mensageiro desconhecido

Pouca gente sabe que ele existiu, mas teve um papel importante. Fala-se dele apenas uma vez na Bíblia, em Atos dos Apóstolos, mas o nome nunca aparece. Apenas sabemos que era filho da irmã do conhecido apóstolo Paulo. Mas o que é que ele fez de especial?

Paulo estava preso, depois de ter testemunhado no Sinédrio, o tribunal religioso dos judeus (podes ler de Atos 22:30 a 23:10). Nessa noite, Deus revelou-lhe que ele irá até Roma e ali daria testemunho.

Alguns judeus levantam uma conspiração com o objetivo de matar Paulo a todo e qualquer custo. O nosso herói sem nome, o sobrinho de Paulo, “soube do plano e foi à fortaleza avisar o tio. Paulo chamou um dos oficiais e disse: ‘Leva este rapaz ao comandante, porque ele tem uma coisa para lhe contar’.” (Atos 23:16-17, BPT)

Se ele se calasse, provavelmente iria assistir ao funeral do tio dias depois. Apesar de ser ainda novo, o que poderia levar a que não acreditassem nele, teve coragem e arriscou, independentemente das consequências. O que aconteceu? Paulo foi enviado para Cesareia (a caminho do seu destino final, Roma), durante a noite. A sua vida foi protegida e, embora estivesse preso, tal como Deus lhe tinha mostrado ele foi a Roma e pôde testemunhar do amor de Deus.

Jesus deixou-nos uma mensagem para entregarmos àqueles que nos rodeiam. Uma mensagem importante, de vida ou de morte: “Quem crer e for batizado será salvo. Mas quem não quiser crer será condenado.” (Marcos 16:16, OL)

Pode ser arriscado entregar essa Boa Notícia. Podem gozar connosco ou pôr-nos de lado... mas quantos dos nossos colegas estão em perigo de vida (de passar a eternidade longe de Deus) e nós temos a mensagem que os pode salvar?!

Talvez o teu nome nunca venha a ser conhecido, nem venhas a ser a pessoa mais popular da tua escola, do teu bairro, mas o mais importante é levares outras pessoas a conhecer Deus – através das tuas palavras, mas principalmente através da tua vida.

“Somos então como embaixadores de Cristo. E é como se Deus por nosso meio lançasse um apelo aos homens. Nós vos suplicamos então, da parte de Cristo, que se reconciliem com Deus!” (2 Coríntios 5:20, OL)

Estou contigo!

Ana Ramalho Rosa

in revista BSteen, junho 2014

Texto escrito conforme o novo acordo ortográfico

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Teresa — até que todos ouvissem...

5 mitos acerca da chamada a tempo integral

“Tá a escaldar!”