22 janeiro 2015

Acabar/começar

No mês passado deves ter lido algo com um título parecido aqui na BSteen. Mas quis partilhar mais alguma coisa convosco este mês…

Estamos agora a começar o ano e com ele vamos ter 365 oportunidades diferentes. O que fazemos com elas vai ser de nossa responsabilidade, por isso convém que as usemos bem.E para percebermos como usar bem essas oportunidades, nada melhor do que irmos à Carta de Amor do Pai, a Bíblia! De facto, porque Deus nos ama tanto (ao ponto de Jesus vir morrer por nós), Ele dá-nos também uma espécie de manual de instruções. Esse manual, ensina-nos várias coisas, entre as quais, como podermos viver de maneira a mostrar o amor do Pai.


Um exemplo muito bom, é o modo como os crentes de Jerusalém viviam em conjunto no início da Igreja (abre a tua Bíblia e lê em Atos 2:42-47). Eles são um bom exemplo de como começar algo da melhor maneira. Eles passavam tempo juntos e aqueles que tinham mais posses, partilhavam com os que tinham menos (v.44). Quando havia necessidade, alguns crentes vendiam o que tinham e dividia-se esse valor por quem precisava de ajuda (v.45). Eram tão unidos, que todos os dias se reuniam no pátio do Templo e nas suas casas (v.46). Louvavam a Deus em conjunto e o seu estilo de vida era tão cativante, tão diferente e tão marcante, que com o amor que viviam uns pelos outros e por Deus, eram apreciados por quem não era crente em Jesus (v.47).

E como é que eles conseguiam viver assim? Bem, eles começaram pelo essencial. Perceberam que para um dia acabarem bem e passarem a eternidade com Deus, então deviam viver as suas vidas com Ele aqui e agora. Mas não apenas com Deus, deviam viver também uns com os outros e amavam-se de modo a fazerem tudo o que falei acima. O versículo 42 diz-nos que eles “participavam fielmente no ensino dos apóstolos, na união fraterna, no partir do pão e nas orações” (Atos 2:42, BPT). Aqueles nossos irmãos e irmãs, de há cerca de dois mil anos atrás, começaram as suas caminhadas com Jesus da melhor maneira: eram fiéis ao que Jesus tinha ensinado, viviam e oravam como uma família e davam importância ao serem uma igreja unida.

Há dois mil anos atrás Jesus mostrou-nos, através da Sua vida e da Igreja Primitiva, como começar um resto de vida fantástico! E este é o nosso desafio para 2015. Faz deste ano um ano de bons começos e de amor ao próximo, nós estamos cá para ajudar!

Ricardo Rosa




in revista BSteen, dezembro 2015


Texto escrito conforme o novo acordo ortográfico

Sem comentários: