Atreve-te a sonhar

Quem não conhece o verso de um célebre poema "O sonho comanda a vida"?! Ter sonhos é das coisas mais fantásticas que existem! Estamos a referir-nos ao desejo profundo de ter, fazer ou ser alguma coisa. Aquela paixão constante e crescente que nos faz lutar e trabalhar arduamente.  Como sabemos, nem sempre temos a possibilidade de concretizar tudo o que desejamos, mas não podemos deixar-nos assaltar pelos extremos.

Muitos vivem com os seus sonhos desfeitos. Uma história recente de promessas quebradas ou expectativas defraudadas não precisa ditar aquilo que verdadeiramente nos sustém ou o resultado final. Por outro lado, o positivismo tantas vezes exposto e difundido pela autoajuda não nos pode cegar ou enganar em relação à realidade. Onde encontrar o ponto de equilíbrio?


Não podemos afirmar que seguirmos Jesus nos livra de passar por tribulações, ter doenças ou sofrer injustiças. Mas também não podemos viver agarrados à ideia de que estamos aqui apenas para sofrer, como se a nossa salvação ou a misericórdia de Deus dependessem da nossa penitência voluntária ou involuntária. Se temos Deus na nossa vida e Ele cuida de nós em todas as situações. E quando é Ele que coloca planos e projetos no nosso coração, Ele dar-nos-á os recursos para alcançá-los. Vejamos três meios importantes.

1 – DAR PRIORIDADE A DEUS
“Confia no Senhor de todo o teu coração: não te fies na tua própria inteligência. Apoia-te nele em tudo o que empreenderes e ele te mostrará como deves agir.” (Provérbios 3:5-6, BPT)

Antes de tudo, precisamos reconhecer a nossa limitação pessoal e necessidade de entregarmo-nos completamente nas mãos de Deus. Talvez nunca antes o tenhas feito ou até já sigas Jesus há muito tempo mas a tua entrega a Ele não tem sido completa.

O que significa seguir Jesus? Significa seguir os Seus passos. Desejar ser como Ele é em termos de caráter, de motivações e ações. É ter prazer em viver para Deus, em agradar-Lhe. Ter desejo de conhecer a Sua vontade pela Palavra e pela experiência quotidiana com Ele. Falar com Ele diariamente, entregando-Lhe o controlo da nossa vida, buscar a Sua vontade e deixá-Lo ter a última palavra em tudo .

2 – DAR TEMPO AO TEMPO
“Não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado.” (Provérbios 19:2, ARA)

O tempo é o melhor teste para tudo. Ou percebemos que a chama não se apaga mas ganha cada vez mais força, ou simplesmente descobrimos que o que sentíamos era algo passageiro que "morreu".

Nem sempre as situações aparentemente negativas ou limitadoras são um “não” de Deus. As pessoas e as circunstâncias desafiadoras que surgem na nossa vida podem servir para Deus afinar o nosso caráter, preparar o caminho para aquilo que Ele deseja fazer. Por outro lado, nem sempre o facto de a vida nos correr às mil maravilhas significa que estejamos com os alvos certos. 

Quaisquer que sejam os cenários, precisamos cultivar uma total dependência de Deus, pedindo-Lhe a resiliência, a sensibilidade, a sabedoria e o discernimento que só Ele pode produzir. 

3 – IR À LUTA
“Esforça-te e tem bom ânimo (...)” (Josué 1:6 a)

É importante fazermos a nossa parte. Não apenas orar e pedir orientação a Deus, mas investigar, ler, conhecer pessoas com experiências parecidas, etc.

Se os projetos que temos no nosso coração foram lá colocados por Deus, então o nosso percurso de vida certamente irá confirmar isso. Teremos a provisão e capacidade necessárias para concretizar esse objetivo, seja ela financeira ou de outra ordem, vindo ela do nosso esforço ou milagrosamente providenciada por Deus. Ele será a nossa vitória no meio das lutas que possam existir, será o porto de abrigo no meio das tempestades, mas também será o alvo final da nossa adoração e gratidão pelos alvos alcançados.

“Mas tu, confia no Senhor e faz o bem. Viverás seguro aqui na terra e terás o teu alimento garantido. Alegra-te no Senhor, e ele dará o que deseja o teu coração. Entrega ao Senhor tudo o que fizeres. Confia nele e ele te ajudará em tudo.” (Salmo 37:3-5, OL)


Ana Ramalho Rosa

in revista Novas de Alegria, agosto 2016. Texto escrito conforme o novo acordo ortográfico

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Teresa — até que todos ouvissem...

5 mitos acerca da chamada a tempo integral

“Tá a escaldar!”