5 erros comuns na Comunicação de Eventos

1) NÃO ANUNCIAR O EVENTO ATEMPADAMENTE - Nem 8 nem 80, mas se quer que as pessoas reservem nas suas agendas os dias do evento, faça-o com a maior brevidade possível. Para isso, antes da comunicação, há toda a preparação do evento que deve ser feita também com tempo. Quanto maior a abrangência (local, regional, nacional ou global), maior a antecipação. Não é por acaso que grandes eventos internacionais são anunciados com 1 ano ou mais de antecedência. Alguns são preparados com 2 e 3 anos de antecedência para que a primeira comunicação com datas, locais e principais oradores, seja real e fidedigna.
2) NÃO COLOCAR NOME/LOGO DA ENTIDADE QUE ORGANIZA - assumindo que todas as pessoas "adivinham" quem está a organizar o evento. Isto piora nas redes sociais porque a Empresa/Igreja/Ministério pode estar a partilhar um cartaz de outra entidade na sua página oficial. 3) NO FACEBOOK PARTILHAR SÓ O CARTAZ SEM CRIAR UM EVENTO - no evento do Facebook podemos convidar pessoas e estas outras pessoas. É mais fácil chegar a mais gente e também tem espaço para colocar informações, mapa, etc. 4) ESQUECER CONTACTOS, PREÇOS E PRAZOS DE INSCRIÇÃO - mais uma vez assume-se que as pessoas "já sabem" a quem falar e até quando. Se temos gente nova na igreja ou que quer ir mas não sabe que tem prazo de inscrição, estamos a criar dificuldades. 5) COMUNICAR SEM PERSISTÊNCIA - lembre-se que para as outras pessoas o seu evento não tem a mesma importância para si - partilhe, convide, peça a outros para partilhar. Quem não aparece, esquece! Faça-o de forma constante mas não tão insistente que afaste o interesse. Procure entidades credíveis para fazerem essa partilha também.


Artigo publicado também aqui!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Teresa — até que todos ouvissem...

5 mitos acerca da chamada a tempo integral

A (des)ilusão da autoajuda