01 agosto 2006

Cúmplices na Aflição


Afrontas me quebrantaram o coração, e estou fraquíssimo; esperei por alguém que tivesse compaixão, mas não houve nenhum; e por consoladores, mas não os achei.
Salmo 69:20


Costumo dizer que a vida cristã é como uma viagem fascinante, cheia de acontecimentos emocionantes, lutas, armadilhas, conquistas e vitórias. No meio dessa exploração constante, a desbravar o terreno do nosso caminho na direcção do infinito eterno, há momentos em que as contrariedades se levantam e nos querem derrubar. Por vezes caímos de cansaço, feridos ou escondemo-nos desesperados...

Mas... não vamos desesperar! Como filhos de Deus temos promessa de conforto e consolo e ainda conselhos para nos confortarmos uns aos outros. Qualquer que seja o nosso problema, angústia ou tragédia, existem meios que temos ao nosso alcance para nos dar a paz que precisamos para enfrentar as tempestades da vida. São os nossos cúmplices na aflição.


Pai Ele escuta-nos e não nos rejeita, mas ouve-nos e consola-nos. Na aflição, na resistência à tentação... o nosso Pai Celestial está disponível para nos dar o conforto que precisamos.


Senhor, tu ouviste os desejos dos mansos; confortarás o seu coração; os teus ouvidos estarão abertos para eles;
Salmo 10:17

Mas Deus, que consola os abatidos, nos consolou com a vinda de Tito;

2 Coríntios 7:6

Mas fiel é o Senhor, que vos confortará e guardará do maligno.
2 Tessalonicenses 3:3


Jesus O nosso Salvador sabe perfeitamente como nos sentimos quando passamos por alturas complicadas. Ele viveu entre nós e experimentou de tudo: desde a alegria de um casamento à perda de um grande amigo, Lázaro. Temos a promessa de que nos consola... e mais: Ele compreende-nos!

E o próprio nosso Senhor Jesus Cristo, e nosso Deus e Pai, que nos amou e em graça nos deu uma eterna consolação e boa esperança,2 Tessalonicenses 2:16

Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.

Hebreus 4:15

Espírito Santo Jesus referiu-se a Ele como Consolador. Quando buscamos a plenitude do Espírito Santo não nos esqueçamos de que Ele não dá apenas poder e ousadia, mas também nos conforta de uma forma sobrenatural, doce e especial.


E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco e estará em vós.
João 14:16 e 17


E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos.

Romanos 8:26 e 27


Palavra de Deus Ela está sempre ao nosso dispor... e sempre com algo para nos consolar naquelas noites em que adormecemos embalados pelas lágrimas e vamos acordando sobressaltados até amanhecer. Quantas vezes são aquelas passagens bíblicas que sabemos de cor que nos ajudam e dão força nessas alturas. O mesmo poder que a Palavra de Deus tem para nos convencer tem também para nos confortar.


Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.Salmo 23:4

Console o vosso coração e vos conforte em toda boa palavra e obra.

2 Tessalonicenses 2:17


Igreja Deus conforta-nos não só com o objectivo de nos ajudar a ultrapassar determinadas situações, mas também para sermos um canal de consolo para os nossos irmãos. Esta acção é recíproca... ou seja, não apenas recebermos consolo mas darmos também palavras de conforto aos outros. A verdade é que temos algo para dizer uns aos outros que o mundo em geral não pode afirmar: Jesus vai voltar, levar-nos para Ele, as nossas tristezas vão terminar e vamos viver eternamente em plena felicidade.


Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda consolação, que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados de Deus.
2 Coríntios 1:3 e 4

Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.

1 Tessalonicenses 4:18

Precisas de consolo? Às vezes queremos que Deus resolva os nossos problemas de forma instantânea. Quando isso não acontece, ficamos revoltados, enterramos a cabeça na areia e ficamos ali a lamentar a nossa vida, recusando ser confortados seja por quem for. Precisamos perceber que os problemas vão existir enquanto nós vivermos... e que é necessário buscar conforto para essas alturas. Se estamos a passar dificuldades, vamos procurar ajuda. Temos muitas fontes ao nosso alcance... basta estendermos a mão!


No dia da minha angústia busquei ao Senhor; a minha mão se estendeu de noite e não cessava; a minha alma recusava ser consolada.
Salmo 77:2



NOTA: Esboço de lição de Escola Dominical 30 Julho 2006, 12-25 anos, AD Caldas.