Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2007

Como nós

Imagem
Um homem, um jardim, um momento de agonia. No intervalo entre a traição de um amigo e a cobardia de outros, prestes a enfrentar a mais terrível das mortes, o sofrimento físico da “prova final” que se adivinha acelera o ritmo cardíaco.
Na oração o gotejar de palavras misturam o desejo de obediência ao Pai com a ansiedade humana natural. O suor intenso expressa a pressão, perante a morte imerecida mas voluntária. As emoções aglutinam-se, terminando naquele episódio de depressão, único na infinita história do Filho de Deus.1

Ele esteve entre nós. Verdadeiramente Deus e verdadeiramente homem. No meio deste mistério, Jesus sujeitou-se a tudo aquilo que o ser humano passa. Foi educado pelos seus pais, teve amigos, passou pela dor da separação perante a morte de alguém chegado, teve fome, sede, sentiu-se cansado. Partilhou da alegria de uma festa de casamento, aconselhou, aceitou a hospitalidade de amigos. A sua vida teve de tudo um pouco, como a nossa.

Mas, no culminar da Sua tarefa na terra, …