Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2008

Mais do que um “bom som”

Imagem
Música, adoração e evangelismo
A música faz parte do nosso dia a dia. Desde crianças que temos a música como pano de fundo de brincadeiras, festas e comemorações. Isso continua por toda a vida!
Os sons que nos rodeiam são aquilo que nos ajuda a identificar o tipo de meio de transporte, instrumento, a identidade de determinada pessoa, o nome deste ou daquele animal. A própria natureza é uma orquestra que Deus criou, para O adorar. Nós, humanos, beneficiamos dessa melodia que reflecte a admiração pela grandeza do Criador.
A música na Bíblia A música aparece também ao longo de toda a narração bíblica. Desde Génesis até a Apocalipse vemos: construtores de instrumentos, músicos, poetas, compositores, corais de anjos, entre outros. Deus escolheu, dentro do Seu povo, uma tribo especial para se dedicar ao ministério do louvor e adoração, através da música como base para uma letra apropriada.
O livro que está no centro da nossa Bíblia, é uma colectânea de letras de músicas – os Salmos. Algumas são …

Discipu(lado)

Imagem
Quando nascem, os bebés são a alegria dos pais e do resto da família. No primeiros dias, recebem montes de presentes, elogios e comparações “Eu acho que parece com o pai!” “Tem o nariz do bisavô”. Os recém-nascidos choram “baba e ranho” e mesmo assim continuam a ser as estrelas do momento. Têm toda a atenção, todo o cuidado, todo o carinho.
O facto é que, infelizmente, nem todas as crianças nascem nesse ambiente. Nem todos os pais têm condições para dar um inicio de vida sorridente aos seus filhos.
Além disso, há bebés que são abandonados pelos seus progenitores. Em Portugal esta atitude é punida por lei, mas não é assim em todo o mundo. Por exemplo, em alguns hospitais da Alemanha1, existem compartimentos envidraçados onde as mães colocam os bebés “indesejados”. Depois, soa um alarme e as enfermeiras vêm recolher os recém-nascidos. Segue-se um processo até chegarem à adopção.
Não pretendo discutir acerca da melhor solução para este problema, nem é meu objectivo explorar as causas dess…