Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2011

Dicionário de rua

Imagem
As nossas ruas de alcatrão, caminhos em papel e autoestradas de fibra óptica estão cheias de definições directas e indirectas. Há um dicionário alternativo a ser construído por quem fala e por quem passa – um dicionário de rua. Publicidade, livros, jornais, revistas, televisão, rádio, redes sociais, sites, blogs... através destes e outros meios forma-se e transmite-se o pensamento da nossa geração. Num cartaz publicitário uma criança definia: “Obedecer – fazer o que apetece e depois sorrir para ser perdoado.” No início pensei “realmente isto mostra bem como são os miúdos... sempre a tentar passar das marcas sem ter castigo”. Mas, ao meditar um pouco, conclui que isto não é só coisa de crianças. Como humanidade fazemos a mesma coisa, descaradamente, há séculos. Queremos fazer o que nos apetece, sem pensar na opinião alheia, muito menos na opinião de Deus. E por falar nisso, até somos meticulosamente “educados” pelos “profetas da comunicação” – a começar na escola e a terminar em Hollywo…

O que Deus NÃO é!

Imagem
Como sociedade estamos mal habituados. Achamos que a liberdade é um veículo que podemos usar para dizer o que queremos, fazer o que queremos e não nos importarmos com as consequências dos nossos actos. As pessoas são reduzidas a conceitos pequeninos, consoante o seu comportamento e categorizadas. Arrumam-se pessoas como se fossem livros, ao estilo de um bom bibliotecário. Seja pela capacidade ou pela desabilitação para algo, fazemo-lo constantemente e como qualquer prática social, existe a tendência de transportar isso para dentro da igreja. O problema não seria tão grande se isso fosse limitado ao ser humano… O problema torna-se infimamente maior (para não dizer infinitamente vasto) quando o fazemos com Deus.
A teologia sempre teve os seus hipsters[1] e as igrejas sempre tiveram, têm e vão ter os seus membros mais progressivos e visionários. O erro crasso aparece na progressão desordenada e na tentativa de pegar a Deus rótulos do que Ele não é. Por vezes, o conforto pessoal leva a que…

Entra na onda!

Imagem
Sei que não é meu hábito usar este espaço para falar do resto da revista, mas vou fazê-lo este mês. Talvez sejas uma das pessoas que esteve no ENJUV2011 (Encontro Nacional de Juventude das Assembleias de Deus) e tenhas vontade de passar imediatamente para as próximas páginas... mas espera! Ou, por não teres tido oportunidade de ir, estejas curioso com o que aconteceu por lá... aguenta 3 minutos!
O ENJUV foi um tempo que marcou profundamente quem lá esteve. Foi um evento importante – mas é bom que não fique por aí. Nas mensagens que escutámos, o desafio foi feito em 4 passos: - Qual é a tua História? – deixa Deus limpar a lama do pecado e fazer aparecer a obra prima que Ele criou – cada um de nós; - O poder do Espírito Santo – aprende a escutar Deus, a conhecer a Sua Palavra, e a responder positivamente à vontade de Deus, para que Ele te transforme dia-a-dia; - Sê o corpo – vê as pessoas como Deus vê, alcança-as para Ele, ou seja, age como igreja, como parte do Corpo de Cristo; - A História…