Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2010

What else*...

Imagem
Uma máquina de café, um piano em queda livre, uma personagem que passa para o outro lado da vida. De seguida o anúncio mostra-nos um diálogo entre uma personagem “terrena” e outra “celestial”. Não percebemos se o imaginário dos publicitários nos traz uma tentativa de representar Deus, Pedro ou um anjo. O que percebemos, no terminus do anúncio, é que a marca de café é tão valiosa que podemos usá-la para negociar com o Céu. Rimos no final... mas será que a cena imaginada é assim tão diferente do nosso modo de pensar? Talvez a mentalidade religiosa que herdámos de séculos esteja mais impregnada nas nossas células do que imaginávamos. Uma vida renascida em Deus, mas uma mente com necessidade vital de ser renovada para não ficar conformada. “Fazer negócio com Deus? Jamais...” dizemos, levantando a bandeira da graça, enquanto subimos o monte das tradições que nos aprisionavam e esmagamos por um momento a cabeça da velhinha “salvação pelas obras”. Se calhar temos mais imaginação nesta defesa eni…

Quanto custa formar um Cristiano Ronaldo?

Imagem
Este era o título do artigo de um jornal1. Quanto é que se pode gastar em escolas de futebol, viagens, etc. para alguém tentar ser um craque nos relvados?
Se for mesmo um campeão em potencial, então todo o dinheiro que se investir, vai valer a pena... vai haver muuuuuito “papel”. Mas, se não tiver queda para futebolista ou se for alguém preguiçoso, está-se a mandar dinheiro pela janela fora – não vale a pena.
Será que eras capaz de arriscar investir em alguém sem saber se essa pessoa iria ou não valer o esforço?
Até pode parecer “fora” o que vou dizer, mas há Alguém com um interesse desinteressado por ti. Não se trata de um treinador de futebol, nem de um academia que procura talentos... Alguém que investiu tudo o que tinha - incluindo a Sua própria vida – para que a tua vida pudesse ser transformada em algo bem melhor do que ter o bolso cheio de dinheiro e o coração vazio.
Uma pessoa super-importante que não se importa se vives no bairro mais pobre da cidade ou és da família com mais pr…

Nunca mais aprendo!

Imagem
Uma nova situação. Um novo desafio. Esperar pela resposta... mais uma vez.

Perco a paciência quando tenho que esperar muito porque gosto de velocidade. Fazer as coisas depressa. Estar sempre a acelerar. Já foi pior! Quando era mais nova, ficava deprimida se as coisas não aconteciam de imediato e como eu queria... agora estou um bocadinho melhor. Às vezes, como diz uma amiga minha, Deus faz-me sair da auto-estrada e andar por estradas cheias de curvas, com sinais que me fazem ter mais atenção e menos velocidade. Pareço o burro do Shrek “Já chegámos? Ainda falta muito?” Podem ser imensas situações, mas em todas elas, a solução é a mesma: continuar a caminhar, mas esperar em Deus. Ir devagar. Fica atenta, mas tranquila. É muito fácil dizermos que dependemos de Deus, em resposta a um apelo num retiro. Afirmar que temos total confiança n’Ele quando a vida vai de vento em popa. Cantar aquelas músicas inspiradoras “Tudo o que tenho é Teu; Faz o que queres de mim...”. A prova da nossa dependência d…