Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2010

Pão ou salada russa?

Imagem
Depois de uma época de festas, a melhor alimentação é a mais simples... especialmente se abusámos em condimentos que sabem bem, mas fazem mal. Depois da recheada mesa da Consoada ou do Ano Novo, ficamos a “cozidos e grelhados”. Para acompanhar o peixinho, certamente que sabia bem uma sala russa, mas será mais acertado pãozinho acabado de cozer... Nestas alturas precisamos decidir: o mais saboroso ou o mais saudável? E isto para não falar de outra “comida”...Auto-ajuda. Meditação transcendental. Yoga. Aromaterapia. Astrologia. Numerologia. Pensamento positivo. É só escolher! A “ementa” é inesgotável. Abrem-se os guias astrológicos para 2010, cheios de conselhos e dicas para todos os ditos “signos”. As “receitas” estão lá. Mistura-se um pouco de previsibilidade com marketing, vai ao forno da insegurança, e serve-se com um pouco de mistério e esoterismo... Estes e outros “pratos” servem de alimentação para a alma de quem tem fome e sede de um propósito, de ter algo em que possa confiar. Um …

Que falhanço!

Imagem
Estou a imaginar como se sentiu Martín Palermo, de 35 anos, quando se tornou o único futebolista do mundo que falhou três pénaltis no mesmo jogo. Ele tinha fama de fazer golos milagrosos e até dizia "Tenho um anjo que me protege e um Deus à parte. O que vivi foi uma bênção do Céu"1. Agora, naquele jogo decisivo, ele falha uma... duas... três vezes. Deve ter sido frustrante, não achas? Falhanços no campo, só os jogadores podem ter... são eles que estão lá e lutam para vencer. Falhanços na vida, todos temos... todos estamos a viver, a lutar pela vida. Errar, falhar, pecar, entristecer Deus, deixar os nossos amigos ou familiares desiludidos... infelizmente acontece a todos! Agora pensa comigo: - Qual a origem da minha falha? Precipitei-me? Deixei-me enganar? Não tomei atenção às pessoas/situações que me estavam a influenciar negativamente? Deixei de falar com Deus acerca das minhas decisões? - Como agi quando percebi que errei? Achei que toda a gente erra, por isso, paciência? Perceb…