Escolhas que moldam a História

Sentar-me a escrever para pessoas da tua idade sobre escolhas, não é fácil. A maioria do pessoal mais velho já foi adolescente e jovem, mas por vezes perde a noção da dificuldade que é tomar uma decisão numa fase da vida em que temos tanta coisa a acontecer. São hormonas a entrarem em erupção, ideias que parecem chocar umas com as outras, sentimentos que aparecem e outros que parecem desaparecer… tudo isto misturado com as mudanças no corpo, não tornam a vida fácil para alguém da tua idade. Por isso, escolhas? Quanto mais práticas e certas, melhor, pensas tu. Ou seja, quanto menos tiver que decidir e mais acertar, melhor!

Era bom, não era? Pois…, mas dá, porque vais acabar por ter que tomar decisões, e algumas delas vão ajudar a moldar o teu futuro. Mas vamos começar sem medos. 



Primeiro, as nossas escolhas como Cristãos não são tipo Totoloto. Ou seja, isto de escolher ou tomar decisões na vida não vai lá “ao calhas”. Tens um Pai que te ama, o Espírito Santo que te guia, a Bíblia que serve como mapa. Ora a Deus, pede orientação, fala com pessoas em quem confies e que tenham alguma experiência de vida. Não te precipites a escolher, mas também não queiras passar o próximo século sem saber o que decidir (Eclesiastes 8:6).

Em segundo lugar, por muito tentador que seja, não penses que és a única pessoa do mundo a passar pelo dilema de ter que tomar decisões. David escolheu lutar com Golias (1º Samuel 17:26), José escolheu não ir na conversa da mulher de Potifar (Genesis 39:8-10)… Não foram decisões fáceis, mas foram decisões tomadas porque essas pessoas procuravam tomar diariamente uma decisão fundamental: viver com Deus a sério.  

E por fim, quando errares (e porque vais errar) não te esqueças de três coisas: Deus ama-te e está disposto a perdoar-te; apesar do Seu amor e do Seu perdão lidamos sempre com as consequências dos nossos atos e isso implica lidar com o resultado daquilo que fazemos e dizemos; errar não é o fim do mundo, mas continuar a tomar erradas e esperar que deem bom resultado já é algo que convém não fazer. Sobretudo se já percebeste onde está o problema.

No fundo, todos tomámos, tomamos ou vamos tomar decisões que moldam a História. Pede a Deus que te ajude a tomar as melhores decisões e confia Nele, porque quem O procura nunca volta de mãos a abanar (Salmo 9:10). 


Ricardo Rosa

in revista BSteen, maio 2017. Texto escrito conforme o novo acordo ortográfico

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Teresa — até que todos ouvissem...

5 mitos acerca da chamada a tempo integral

“Tá a escaldar!”