01 fevereiro 2009

Igualdade?

Andam por aí músicas, cartazes, revistas, séries, filmes e personalidades que afirmam a igualdade de direitos de todas a pessoas. Seja qual for a cor, tendência política, nível social, gostos e preferência sexual: todos iguais! Muitos assumem a sua diferença, procurando ser tratados como iguais, o que parece uma contradição, não achas?
Às vezes, queremos ser “iguais” mas, no fundo, pretendemos ter mais direitos e mais poder... e no fim, ser a nossa ideia ou preferência a “ganhar”. Caímos até no desrespeito e não suportamos pessoas com ideias opostas à nossa... dá que pensar se essa luta pela igualdade não está a disfarçar o desejo de superioridade.
É interessante vermos que, antes de surgirem quaisquer reivindicações de igualdade de direitos no Mundo, já a Bíblia falava disso. É verdade! Para Deus todos os seres humanos são iguais, tanto em direitos como em responsabilidades.

1 - Todos somos amados por Deus, que nos criou com todos os meios para a nossa felicidade; 
2 - Todos nós estamos longe de Deus e fazemos coisas que Lhe desagradam. Por causa disso estamos afastados da verdadeira felicidade - como indivíduos e como sociedade;
3 - Todos nós somos incapazes, por nós mesmos, de alcançar uma vida em pleno antes e após a morte;
4 - Todos temos uma porta aberta para alcançar essa vida em pleno, porta essa que Deus preparou para nós - Jesus Cristo;
5 - Todos temos liberdade de escolha, entre aceitar Cristo como guia das nossas vidas ou não;
6 - Todos precisamos da acção de Deus e da operação do sobrenatural na nossa vida, através da Sua Palavra, para descobrirmos o padrão de felicidade que Ele tem para nós e vivermos nessa plataforma;
7 - Todos temos um destino eterno, determinado pela nossa escolha em relação a Cristo e precisamos decidir se queremos estar do lado de Deus ou do lado Anti-Deus.

"Mas as Escrituras declaram que todos nós somos prisioneiros de pecado. Sendo assim, a única saída para a nossa salvação é a fé em Jesus Cristo. Por ele é que a promessa de vida, da parte de Deus, foi dada aos crentes." (Gálatas 3:22, versão "O Livro")
Deus detesta os nossos pecados, mas ama-nos mesmo sendo pecadores. O interessante é que Ele quer que todos conheçam a verdadeira liberdade. Isso vem através de uma só experiência: reconhecer a nossa fragilidade, impotência e pecado. Entregar a nossa vida inteiramente nas Suas mãos. Sermos Seus filhos.

Queres ser filho de Deus? Experimenta Jesus!

Ana Ramalho

in revista BSteen, Fevereiro 2009

Sem comentários: