08 agosto 2010

MSN.D*

GOSTO MUITO DE TER AMIGOS... E NÃO ESTOU A FALAR DOS MAIS DE 1400 “AMIGOS VIRTUAIS” QUE TENHO NO FACEBOOK. Amigos com A maiúsculo. Aquele tipo de pessoas que, mesmo que passem anos sem nos vermos, quando nos reencontramos parece que ainda ontem estivemos juntos.

É muito bom, mas dá trabalho. “ANA! Não me fales de trabalho!” dizes tu... mas se parares um bocadinho para pensar, até me vais dar razão.

Por exemplo, se ligasses o MSN agora (podes ligar mas primeiro lê o artigo!), de todos os “amigos” que estão adicionados, quantos é que te conhecem com profundidade? Quantos é que tiveste a coragem de confrontar em alguma coisa menos boa que fizeram e ajudaste a ir mais longe como pessoa? Quantos já fizeram coisas super divertidas contigo mas também estiveram ao teu lado em momentos complicados, oraram por ti? Poucos...

É muito fácil ter “amigos” no MSN. Ligamos e desligamos quando nos apetece. Bloqueamos quando estamos chateados. Não os conhecemos, apenas reconhecemos a foto e o nome deles... é tudo muito distante, se não passar de um chat mais ou menos longo.

A imagem que temos das pessoas e o grau de amizade depende do tempo que investimos para nos conhecermos. A imagem que temos de Deus não foge à regra.

O modo como vemos Deus poder ser tipo MSN.D (D de Deus). Qual é a nossa “versão” de Deus? Talvez um ser estático, porque só comunicamos com Ele em certas ocasiões e, quando não gostamos do que nos diz, bloqueamos a entrada do nosso coração. Temos um relacionamento superficial, “domingueiro” e às vezes só pela tradição familiar...

Uma amizade profunda com Deus é muito acima! Conhecer a voz de Deus, reconhecer o Seu amor espelhado até naquelas coisas nos tiram da nossa zona de conforto, passar tempo a ler a Sua carta de amor para nós (a Bíblia que costumas deixar ganhar pó entre um domingo e o outro), começar a olhar para as outras pessoas como Ele, com compaixão... É fantástico, mas dá trabalho.

A única [grande] diferença entre os teus amigos e Jesus é que Ele nunca te vai desiludir, nem abandonar... pode não dizer “sim” a todos os teus desejos, mas se o fizer é porque não era o melhor para ti.

Deus nunca vai estar ausente, ocupado, ao telefone, a almoçar ou off-line para estar contigo. E mesmo que O magoes, Ele nunca te vai recusar como amigo de novo.

O tipo de amizade que tiveres com Deus determina como vai olhar a vida, as tuas decisões, problemas e conquistas. Também determina o teu futuro aqui e na eternidade.

Se queres viver com Deus para sempre, e ainda não és amigo d’Ele, começa hoje esse relacionamento. Deus já disse que te quer como amigo. Não leste a mensagem? “Deus amou tanto o mundo que deu o seu único Filho para que todo aquele que nele crê não se perca espiritualmente, mas tenha a vida eterna. Deus não mandou o seu Filho para condenar o mundo, mas para o salvar. Para os que confiam nele como Salvador não há condenação eterna. Mas os que não confiam nele já estão julgados e condenados por não crerem no Filho único de Deus.” (João 3:16-18, versão “O Livro”).

Experimenta Jesus!

Ana Ramalho



*a ideia deste texto foi sugerida pelo Adilson Morais, um amigo criativo de Benfica (Lisboa)

in revista BSteen, Agosto 2010

Sem comentários: