Este pasto é meeeeesmo bom!

Tenho o que preciso. Nem mais, nem menos. Ao depositar a minha confiança no meu Pastor, posso ter a certeza de uma "ementa" variada e da maior qualidade...

"Pastos verdejantes", "águas de descanso", um "cálice transbordante", etc. É disso que fala o Salmo 23. O nosso Pastor dá o melhor ao Seu rebanho... Mesmo que tenha que caminhar connosco até às melhores pastagens; mesmo que seja necessário atravessar um lugar deserto para alcançar águas correntes... Ele faz tudo por nós.

Por amor, seguimos o Grande Pastor. Por Sua graça, Ele oferece o melhor. Não vale a pena tentarmos fazer mil e um malabarismos para impressioná-Lo, nem para conquistar mais ou menos provisão. Ele faz isto porque nos ama...

Se dependo da "palha" da minha percepção, dos "restos" da minha experiência, do "restolho" que se espalha enquanto vagueio sem rumo certo, perdida pelos campos, acabo por não estar bem alimentada mesmo que tenha a barriga cheia.

Preciso do alimento sólido e completo que só encontro na Sua Palavra. É verdade que Ele me dá o pão de cada dia, em termos de provisão material... mas é a Sua Palavra que alimenta a minha alma. É ali que encontro segurança, consolo, ensino, ajuda...

Pastos verdejantes? Sempre.

"Senhor, que a cada dia eu possa ter na minha 'dieta espiritual', como 'prato principal' a Tua Palavra. Não quero viver dependente de outras 'iguarias'. Ajuda-me a seguir-Te até às melhores pastagens."

Améeeeeeen


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Teresa — até que todos ouvissem...

5 mitos acerca da chamada a tempo integral

A (des)ilusão da autoajuda