O poço

Estava um sol escaldante naquela manhã. Deixei o tempo passar, como todos os dias. Era preciso ir buscar água. É certo que a hora não era a melhor: meio dia. Eu só queria evitar os olhares, os comentários e o sentimento de inferioridade que me atormentava.

Naquele dia, algo especial estava para acontecer. Um encontro que mudaria por completo a minha vida. Não estava nada à espera... Um homem falou comigo. Um desconhecido, junto ao poço, começou por pedir água e terminou a inundar a minha vida de alegria e determinação.

Fez-me confrontar com a minha própria realidade e entender que precisava de algo mais que procurar o homem perfeito para a minha vida... Ele fez-me mudar de atitude, reconhecer quem era e como não conseguia continuar a procurar uma satisfação inatingível. Ele transformou o meu medo em coragem. Ele transformou-me. Jesus era o Seu nome. Simplesmente Jesus.

Uma samaritana

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Teresa — até que todos ouvissem...

5 mitos acerca da chamada a tempo integral

A (des)ilusão da autoajuda