Graça

A graça de Deus é algo que tem estado a invadir permanentemente o meu pensamento, a minha vida, o
meu tempo... Ultimamente é um assunto presente e constante.

Um dos meus próximos artigos da revista Novas de Alegria tem este pensamento:
Talvez reconhecer a graça de Deus, como ela é, nos faça pequenos a todos, e nos mova a despirmo-nos de qualquer tipo de arrogância, auto-suficiência, justiça própria, protagonismo e até crueldade quando olhamos para os outros (todos os que Ele ama, pela Sua graça).

Deus continua amorosamente desejoso de nos receber, de nos mudar para sermos mais como Ele quer, de nos levantar quando caímos, de tratar com as nossas lutas e dúvidas... de nos salvar de nós mesmos. A terapia da graça está disponível, para todos.


Philip Yancey Nas garras da graça - Algumas citações:

Eu luto contra as garras da falta de graça em minha própria vida. Embora eu não perpetue a severidade de minha criação, luto diariamente contra o orgulho, a inclinação para julgar e um sentimento de que, de alguma forma, devo obter a aprovação de Deus.
(...)
A graça, como muitos termos religiosos, ficou desprovido de significado, de modo que eu já não podia mais confiar nela.
(...)
A graça é de graça para pessoas que não merecem, e eu sou uma dessas pessoas.
(...)
As histórias de Jesus a respeito da graça extravagante não incluem nenhum impedimento, nenhuma brecha nos desqualificando do amor de Deus. Cada uma delas traz no seu âmago um final bom demais para ser verdadeiro — ou tão bom que tem de ser verdadeiro.
(...)
Graça significa que não há nada que possamos fazer para Deus nos amar mais — nenhuma quantida de renúncia, nenhuma quantidade de conhecimento recebido em seminários e faculdades de teologia, nenhuma quantidade de cruzadas em benefício de causas justas. E a graça significa que não há nada que possamos fazer para Deus nos amar menos — nenhuma quantidade de racismo ou orgulho, pornografia ou adultério, ou até mesmo homicídio. A graça significa que Deus já nos ama tanto quanto é possível um Deus infinito nos amar.


Brennan Manning - Um vídeo para meditarmos



Tenho um livro para devorar estas férias deste autor... confesso que este vídeo (partilhado por um amigo) me abriu o apetite.

Até mais... e fiquem na graça!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Teresa — até que todos ouvissem...

5 mitos acerca da chamada a tempo integral

“Tá a escaldar!”